sábado, 18 de agosto de 2018

Prends moi




Oui, Seigneur, tu est la source de ma joie,
Mon bonheur c’est toi, est mon tout!
Oui, Seigneur, tu est mon trésor plus précieux
C’est pour ça que viens ici, Jésus!

Prends moi Seigneur, ouvre mon couer, pour toi
Prends moi Seigneur, j'ai entendu ta voix
Et donne-moi ton esprit, donne-moi ton esprit
Sur moi, ton esprit.

Oui, Seigneur, tu est le sens de ma vie,
Mon espérance et ma foi, c’est en toi !
Oui Seigneur, tu est mon sauver et liberté
c'est pour ça que je dis oui, Jésus!

Prends moi Seigneur, ouvre mon couer, pour toi
Prends moi, Seigneur, j'ai entendu ta voix
Et donne-moi ton esprit, donne-moi ton esprit
Sur moi, ton esprit.




Appel de Dieu




Et je chante dans ma joie
Et mon chant c'est pour toi
Comme ne repondre pas a ton appele?
Tu me ai choisis, me voici



terça-feira, 7 de agosto de 2018

A experiência da fraternidade



Falar de fraternidade é falar de comunhão, de unidade de pensamentos e valores. Repito, unidade, e não igualdade de pensamentos e valores. Não basta estar junto, é preciso conhecer o outro, no íntimo, com seus pecados, fraquezas e também com suas virtudes e qualidades. Quem ama, é capaz de tocar as feridas do outro, potencializando-o para o amor sincero e desinteressado.
Nesse sentido, tomamos por base de que a experiência com o amor de Deus nos impele a tomarmos a iniciativa e de que vivemos em um eterno êxodo, onde o “sair de si”, o ir ao encontro do outro, deve nos mover constantemente como fonte de alegria e ressurreição. Mas, é preciso enfatizar também que naturalmente não conseguimos tal efeito. Por causa de nossas inclinações, somos submetidos a bloqueios, antipatias, tendências para olhar o negativo e o que ainda falta para a obra ser completada. Desse modo, devemos pedir constantemente a graça e a abertura ao Espírito Santo que é a nossa “força do alto”, para entrarmos na esfera dos planos de Deus.
Somos convidados dia a dia a subirmos ao monte do nosso coração onde habita o Amor por excelência, e, a partir dessa experiência transformadora nos lançarmos para o encontro do coração do outro, tendo sempre a consciência de que entre o “ser real” e o “ser ideal” existe um longo caminho a ser trilhado. Mas, temos a certeza de que o que é impossível a nós, se torna possível pela graça de Deus que nos envolve e nos dá ânimo para superarmos as barreiras e limitações.
Viktor Frankl, fundador da Logoterapia vem nos dizer que “ a auto-realização só é possível como um efeito colateral da auto-transcendência.” Por isso, a experiência da fraternidade é a forma mais humana de se chegar a Deus, pela vivência da doação mútua e da comunhão fraterna.
Que Deus nos dê força e coragem!!

Em teu colo


Me encontro contigo
Em teus átrios quero estar
Em teu peito, ficar
Me encontro contigo
Tua mão a me tocar
Teu sorriso, me darás
Vem derramar o teu Espírito em mim
Vem acalmar as minhas dores, ó Jesus!
Tua amizade / me sustentará
Em teu colo quero estar
Teu abraço / me afagará
Vem derramar o teu Espírito em mim
Vem acalmar as minhas dores, Ó Jesus!
Tu / não me decepcionará
Tua força a me amparar
Tua graça / me bastará
Vem derramar o teu Espírito em mim
Vem acalmar as minhas dores, ó Jesus!
E me faz te consolar
E me faz te adorar sempre assim
O meu sofrer é teu e o meu viver é para ti! (x 2)

Letra e melodia: Waleska Bezerra


terça-feira, 7 de novembro de 2017


Dilata meu coração
Uno-me a Ti por um apelo teu
Quero te encontrar nos irmãos
Buscar o que perdi e descobrir-Te, recomeçar
Oh! Sendo fraca, me confundirão os fortes
Nesta batalha, Tu vencestes!
Eis-me aqui!
Sou tua novamente!


domingo, 7 de agosto de 2016

A sacralidade do cotidiano

       
        Sempre gostou das coisas simples. Quando adolescente queria se casar com um homem bom, não precisava ser rico ou muito bonito, mas ter bom homor, ser trabalhador e fiel. Talvez, por isso, nunca almejou a opulência e tinha uma considerável admiração pela modéstia. Seu estilo de vida afirmava que a simplicidade era a mestra da felicidade.
O cheiro do café que vinha da cafeteira lhe motivou a trocar os pires e as xícaras habituais por outras menos usadas. Mudou também o local de pôr os pães e os colocou em uma bandeja florida. Preencheu o açucareiro. Viu que o pote de margarina estava quase no fim e pegou outro na geladeira. 
        O ritual cotidiano aos poucos foi tornando sagrado e o amor lhe dava autonomia para fazer o que quisesse. Colocou também o queijo, a geleia, o leite e o requeijão. A mesa estava posta. Chamou-o. Sentaram-se um na frente do outro. Era um dia lindo. Olhou para ele e sorriu. O sol ainda raiava nas frestas da janela.

sábado, 30 de janeiro de 2016

Inspiração




 A palavra fala.
 O sopro acontece.
 O coração não se contêm.
 O interior é cercado de detalhe.
 Tem azul, tem amarelo, tem vermelho.
 O  sol nasce em cima da cabeça e o pássaro voa perto de mim.